Curiosidades Deadpool

Wade Wilson, o Deadpool, é um dos principais anti-heróis do Universo Marvel, se tornando popular entre o público por ser um personagem bastante peculiar, com uma personalidade insana, complicada e, na maioria das vezes, irritante.

Apesar de quase sempre estar alegre – até demais -, a vida do Mercenário Tagarela é marcada por traumas, e sua história é bem complexa.

Descubra alguns traços da história e algumas curiosidades super interessantes sobre o anti-herói.

29 fatos curiosos sobre Wade Wilson, o Deadpool

Criação e primeira aparição

New Mutants Vol. 1 #98 - Primeira aparição do Deadpool nos quadrinhos
(League of Comic Geeks/Reprodução)

A primeira aparição do Deadpool – também apelidado de Mercenário Tagarela -, codinome de Wade Winston Wilson (ou apenas Wade Wilson), aconteceu há pouco mais de 27 anos, na HQ “New Mutants Vol. 1 #98” (“Novos Mutantes Vol.1 #98”), lançada em fevereiro de 1991.

O personagem é canadense, e foi criado pelos quadrinistas Fabian Nicieza e Rob Liefeld.

Uma cópia do Exterminador

Exterminador (Deathstroke) DC Comics
(DC Comics/Reprodução)

Quando Deadpool foi criado, ele acabou se saindo como uma versão da Marvel Comics para o vilão Exterminador (Deathstroke), da concorrente DC Comics. O personagem da DC apareceu pela primeira vez em dezembro de 1980, quase 11 anos antes do Mercenário Tagarela.

Os dois possuem diversas semelhanças: seus nomes originais, Slade Wilson (DC) e Wade Wilson (Marvel); o início de seus alter egos em inglês tem uma ligação com a palavra morte, Deathstroke e Deadpool; a maneira de lutar, ambos mercenários e especialistas em armas de fogo e em armas brancas; o visual; entre outras coisas. E não menos importante, um de seus criadores, Rob Liefeld, tem uma fama polêmica de plagiar ideias de outros autores e utilizar em suas criações.

Apesar das várias semelhanças, com o tempo, Deadpool tomou um rumo diferente, se transformando em um personagem mais original e caricato, conquistando uma legião de fãs – bem maior que a do próprio Exterminador.

Seu traje foi inspirado no do Homem-Aranha

Spider-Man Deadpool Vol. 1 4
(Marvel Database – Fandom/Reprodução)

No mundo real, os criadores do Deadpool desenvolveram seu traje vermelho e preto para que ele fosse fácil de desenhar, sendo possível cumprir os prazos de entrega dos quadrinhos, se inspirando na icônica roupa do Homem-Aranha.

Essa inspiração também foi levada às HQs, pois nelas, o Mercenário Tagarela é um grande fã do Homem-Aranha, e busca constantemente se tornar o melhor amigo do Cabeça de Teia que, inclusive, tenta fazer com que Wade Wilson repense algumas de suas ações.

Os personagens são parecidos na parte cômica, os dois usam seu senso de humor em momentos inapropriados (muitas vezes como forma de fugirem de seus traumas) e não calam a boca, porém o Homem-Aranha é moralmente superior, enquanto o Deadpool é um homem mentalmente instável, que muda constantemente seu modo de agir devido às suas múltiplas personalidades.

O Amigo da Vizinhança e o Mercenário Tagarela tem uma boa química – em uma amizade que vive de altos e baixos -, tanto que os dois têm até uma série conjunta: “Spider-Man/Deadpool”, que estreou em 2016 e é lançada até os dias atuais.

Inicialmente um vilão

Deadpool vs Cable
(Trecobox/Reprodução)

Em suas primeiras aparições, o Deadpool era um personagem bem mais frio e calculista do que é hoje em dia – mais semelhante ao Exterminador -, menos falastrão e soltava suas piadas nonsense com menos frequência.

Sua primeira missão nos quadrinhos foi assassinar o líder dos Novos Mutantes: Cable (Nathan Summers), e ele era capaz de fazer qualquer atrocidade pelo preço certo, desde torturar a matar suas “presas” com requinte de crueldade.

Mesmo assim, o personagem foi se tornando extremamente popular entre o público e, em janeiro de 1997, ganhou seu título solo mensal com “Deadpool Vol. 1 #1”. Ele foi adquirindo personalidade própria e se tornando mais original, virando uma espécie de anti-herói, com atitudes ainda questionáveis, mas também com atos de heroísmo.

Matou seus próprios pais

Thomas Wilson, o pai do Deadpool
(Marvel Database – Fandom/Reprodução)

A verdadeira história de Wade Wilson é uma das mais confusas da Marvel, tanto para os leitores de quadrinhos quanto para o próprio personagem, que desconhece sua verdadeira origem; o que se sabe ao certo é que ele saiu de casa a fim de se tornar um mercenário quando era apenas um adolescente.

Existem diversas versões de seu passado; em uma delas, Wade Wilson tinha lembranças que seu pai (Thomas Wilson) havia abandonado sua mãe (Hailey Wilson) quando ela ainda estava grávida; já em outra, o personagem lembrava que sua mãe havia morrido quando ele era apenas uma criança de 5 anos, e foi criado por seu pai, um oficial do exército que se tornou abusivo, moldando o caráter criminoso de seu filho; entre várias outras origens diferentes.

Porém, no arco “Original Sin” (“Pecado Original), de 2014, foram revelados alguns acontecimentos secretos de vários personagens da editora, entre eles alguns sobre o Deadpool. Foi descoberto que, na verdade, o Mercenário Tagarela assassinou seus próprios pais em um incêndio criminoso na casa onde moravam.

Foi mostrado que Thomas e Hailey Wilson ainda viviam juntos em uma casa no Canadá, e o casal deixou o quarto de Wade do jeito que estava quando ele havia partido, porém, quando ele retornou, não reconheceu seus pais e os assassinou em um incêndio sob a influência do Mordomo (Bartol Utler), que o drogava constantemente.

Na edição “Deadpool Vol. 3 #34” (2014), também é possível descobrir mais sobre o passado sombrio do personagem em alguns flashbacks de sua vida nos anos 90.

Arma X

Deadpool Arma X
(Quora/Reprodução)

Depois de vários acontecimentos em sua vida de mercenário, antes de ter seus superpoderes, Wade Wilson se mudou para os Estados Unidos. Lá, conheceu e se apaixonou pela prostituta Vanessa Carlysle (a mutante Copycat) e começaram a namorar.

Após descobrir que havia adquirido câncer, com sua doença em fase terminal, Wade decidiu romper o namoro, a fim de não forçar Vanessa a ficar com um homem doente.

Ele voltou para o Canadá, e lá lhe foi oferecido uma chance de cura no Projeto Arma X, onde através dos vários experimentos, recebeu um fator de cura acelerado derivado do Wolverine, porém ainda mais poderoso, mas que resultou em graves danos psicológicos e deixou seu rosto deformado.

A origem do nome Deadpool

Slayback
(Comic Vine/Reprodução)

Após adquirir seus poderes no projeto Arma X, Wade Wilson foi inicialmente incorporado em uma equipe com outros três membros: Sluggo, Kane e Slayback, porém, em um momento de loucura, matou o terceiro (Slayback) em uma missão, e pouco tempo depois seu fator de cura começou a sofrer colapsos, fazendo com que seu câncer voltasse e deformasse sua carne; e então ele foi enviado a um hospício onde os projetos fracassados eram tratados.

O local era liderado pelo Dr. Emrys Killebrew, que fazia experimentos e usava os pacientes do local como cobaias, e seu assistente Ajax (codinome de Francis), que torturava os homens presos sem nenhuma piedade. Lá, existia uma aposta chamada “Dead-pool”, onde os pacientes apostavam quem seria o primeiro a morrer e quanto tempo demoraria.

A chegada de Wade Wilson fez com que Ajax fosse perdendo a autoridade com o passar dos meses, pois, como todos sabem, o Mercenário Tagarela não respeita as regras, muito menos as de um tirano. Francis foi ficando cada vez mais irritado com isso, e para dar o troco em seu desafeto, lobotomizou seu amigo Worm, que foi morto pelo próprio Wade Wilson a fim de acabar com seu sofrimento.

As regras de Killebrew no hospício eram bem claras, qualquer paciente que matasse outro seria executado; e isso fez com que Ajax rasgasse o coração de Wade, mas, seu desejo de vingança era tão grande, que seu fator de cura retornou. Após isso, ele se autointitulou Deadpool por sobreviver ao desafio.

Você pode conferir mais dessa história na HQ “Deadpool and Death Annual #1998”.

Vive quebrando a quarta parede

Deadpool quebrando a quarta parede
(Meio Bit/Reprodução)

O Deadpool é um dos poucos personagens de ficção que vive quebrando a quarta parede, seja para interagir diretamente com seus leitores, escritores e desenhistas, ou zoar alguém ou algo real – principalmente se for o público norte-americano.

Apesar de, na maioria das vezes, o personagem proporcionar diálogos e cenas muito engraçadas, em alguns momentos ele também se mostra triste, pois sabe que é apenas um anti-herói dos quadrinhos com o objetivo de entreter seus espectadores, fazendo aquilo que o roteiro mandar.

Já matou quase todo o Universo Marvel

Deadpool Kills the Marvel Universe
(Imgur/Reprodução)

Na minissérie não canônica de 4 capítulos: “Deadpool Kills the Marvel Universe” (“Deadpool Mata o Universo Marvel”) , uma das mais nonsense já criadas pela Casa das Ideias, o Deadpool mata quase todos os personagens do Universo Marvel.

A história se passa em um universo alternativo de uma realidade paralela, e, nela, o Mercenário Tagarela é levado a força pelos X-Men ao Instituto Ravencroft – um hospital psiquiátrico de segurança máxima criado para o tratamento de criminosos insanos – a fim de que sua loucura seja tratada.

Porém, os heróis não contavam que o diretor do local, e médico do anti-herói, Dr. Benjamin Brighton, era na verdade o Homem Psíquico, que estava alterando a mente de seus pacientes com intuito de montar um grupo de supervilões.

O Deadpool possui mais de uma voz em sua cabeça, o que lhe dá diversas personalidades, e o objetivo do Dr. Benjamin era eliminá-las, buscando que Wade Wilson o obedecesse, mas, em vez disso, ele acabou criando uma nova personalidade para o Mercenário Tagarela, que agora tinha uma voz em sua cabeça que o mandava matar todos os heróis e vilões da Marvel.

Na história, o anti-herói matou os membros do Quarteto Fantástico, invadiu a mansão dos Vingadores e matou o Capitão América, Homem de Ferro, Luke Cage, Thor, Gavião Arqueiro; e mais uma infinidade de heróis e vilões.

Essa minissérie é amada por alguns e odiada por outros (por não fazer sentido algum), mas aparentemente fez sucesso, já que a Marvel lançou outra parecida, de 5 capítulos, em 2017: “Deadpool Kills the Marvel Universe Again” (“Deadpool Mata o Universo Marvel Novamente”).

O Capitão América é seu herói de infância

Deadpool e Capitão América
(Pinterest/Reprodução)

O herói da infância de Deadpool é o Capitão América, e ele é uma das únicas pessoas por quem o Mercenário Tagarela nutre uma afeição verdadeira.

E o respeito entre os dois é recíproco, pois Steve Rogers é um dos poucos super-heróis que levam Wade Wilson a sério. (A relação dos dois mudou após os acontecimentos da saga Império Secreto – Secret Empire).

Já foi casado várias vezes

Deadpool Vol. 3 #27
(Marvel Database – Fandom/Reprodução)

Apesar de ter uma personalidade difícil e de não ser um dos personagens mais atraentes da Marvel, o Deadpool possui muita lábia, e por isso já se casou diversas vezes, embora seus casamentos nunca tenham tido um final feliz.

Em “Deadpool Vol. 3 #27”, de 2014, o Mercenário Tagalera se casa com Shiklah, a Rainha do Submundo. Ele a conheceu durante uma missão de resgate, e os dois acabaram se apaixonando. Posteriormente, os personagens se separaram, e Shiklah se casou com Drácula.

Ele também já se casou com Orksa, um ser alienígena com a aparência de uma vaca com quatro olhos. Tudo aconteceu porque Deadpool matou um dos maridos dela, deixando-a furiosa, e para acalmá-la, o anti-herói a beijou; Orksa entendeu aquilo como um pedido de casamento e os dois se casaram. Felizmente, para o Mercenário Tagarela, havia um alienígena chamado Obb que sempre foi apaixonado por Orksa; no final da história os dois se uniram e o Deadpool se divorciou.

Além dessas duas, Wade Wilson também já foi casado com: Gretchen Wilson, Inez Temple, Satana Hellstrom; e algumas outras.

Tem medo de vacas

Deadpool tem medo de vacas
(Arousing Grammar/Reprodução)

O Deadpool é um dos anti-heróis mais loucos dos quadrinhos; não se importa em tomar tiros, perder membros de seu corpo, ser torturado, ou fazer outras coisas estúpidas, mantendo o bom humor e não calando a boca mesmo em momentos de tensão.

Mas, apesar de ser tão destemido, o Mercenário Tagarela possui o que provavelmente é a fobia mais sem noção dos quadrinhos – o que já era bem provável visto o modo de agir do personagem -; ele tem medo de vacas, pois acredita que elas ainda dominarão o mundo, e estão esperando apenas a humanidade baixar a guarda.

Algumas outras Fobias do anti-herói: além do medo de vacas, o Mercenário Tagarela também tem medo de galinhas, palhaços e, principalmente, de ficar sozinho.

E ama gatos

Deadpool ama gatos
(pandabaka – DeviantArt/Reprodução)

Se a “fraqueza” do Hulk é por filhotes de cachorro, que o fazem rir sem parar, a do Deadpool é por gatos; certa vez o Mercenário Tagarela disse que sua verdadeira e única fraqueza são os felinos. Em algumas HQs é possível ver o amor do personagem pelos animais; “Deadpool Vol. 3 #40” (“The Magic of Gracking”) é um bom exemplo disso.

Além dos gatinhos, o anti-herói também tem um ponto fraco por crianças.

Tem uma filha

Eleanor Camacho, a filha do Deadpool
(Amino Apps/Reprodução)

Certa vez (em Deadpool Vol. 3 # 13 e #14), o grupo Heróis de Aluguel – que na época tinha o Deadpool como um dos membros – foi contratado por Camacho, uma mulher que teve seu marido assassinado pelos capangas do mafioso conhecido como Homem Branco, e ela queria que o vilão fosse levado à justiça.

Ela tinha uma filha chamada Carmelita Camacho, que foi sequestrada e se juntou ao Mercenário Tagarela, que também havia sido capturado. Os dois foram levados a um quarto localizado no esconderijo do mafioso, e Carmelita achava que aquele seria seu fim e, então decidiu passar seus últimos momentos fazendo sexo com Deadpool.

Porém, os dois foram interrompidos pelos Heróis de Aluguel, que lutaram contra o Homem Branco e seus capangas e conseguiram derrotá-los. Quando o anti-herói tirou sua máscara, Carmelita ficou horrorizada com o que viu e saiu correndo.

Mais tarde, foi revelado que aquela curta relação gerou uma criança chamada Eleanor Camacho, que depois de algumas histórias – e da morte de Carmelita – foi adotada por Emily Preston, uma agente da S.H.I.E.L.D. amiga de Wade Wilson.

Já teve um caso com a Morte

Deadpool e a Morte
(Quora/Reprodução)

Wade Wilson é uma figura tão intrigante que, quando foi levado ao hospício sob os “cuidados” do Dr. Killebrew, chamou a atenção até mesmo da Entidade Cósmica Morte, a personificação da própria morte no Universo Marvel.

Isso aconteceu durante suas sessões de tortura, que o deixaram tão perto de morrer, que ele realmente viu a Morte na figura de uma mulher esquelética o vigiando.

O Mercenário Tagarela se apaixonou por ela e, para sua sorte, seus sentimentos foram correspondidos, mas para que pudessem ficar juntos, antes ele teria que morrer. Wade Wilson tentou isso várias vezes provocando os responsáveis pelo local, e isso quase aconteceu, porém no final seu fator de cura retornou devido à sua sede de vingança e ele não morreu.

O início do relacionamento entre os dois aconteceu na minissérie “Deadpool and Death Annual #1998”, a mesma que mostra a origem do nome do anti-herói.

Foi amaldiçoado por Thanos

Thanos amaldiçoa Deadpool
(HQQISSO?/Reprodução)

O Deadpool não é o único personagem que sente atração pela Morte, Thanos, o Titã Louco, é apaixonado pela Entidade, que é o único desejo verdadeiro do vilão; ou seja, isso torna Wade Wilson seu grande rival.

Em “Deadpool Vol. 1 #60”, o Mercenário Tagarela tem seus poderes regenerativos retirados pelo programa Arma X, e então morre. No arco que vem a seguir, intitulado “Funeral for a Freak” (de Deadpool #61 a Deadpool #64), o anti-herói finalmente está nos braços da Morte, porém, o enciumado Thanos contrata o feiticeiro T-Ray a fim de trazê-lo de volta a vida; dando a ele um artefato cósmico para que amaldiçoasse Wade Wilson com a imortalidade, e assim impedindo que ele pudesse morrer e se encontrar com sua amada novamente.

Já em 2015, no arco de 4 capítulos, “Deadpool vs. Thanos”, o Titã Louco revela ao Deadpool que ele havia o amaldiçoado sem seu conhecimento com um feitiço de necromancia sombria; porém, o vilão acaba retirando esse feitiço na primeira HQ da minissérie, matando o Mercenário Tagarela, mas no final das contas foi obrigado a revivê-lo para que ambos fossem em busca de salvar a Morte, que havia sido capturada pela Eternidade.

No capítulo final do arco os dois personagens se enfrentam, e o Deadpool acaba vencendo por conseguir persuadir a Morte; se tornando um dos poucos personagens do Universo Marvel que já derrotaram Thanos.

E também já foi amaldiçoado pelo Loki

Deadpool e Loki
(Reddit/Reprodução)

Em “Deadpool Vol. 1 #37”, Loki tentou convencer Deadpool de que ele era seu pai, porém o Mercenário Tagarela se recusou a aceitar isso, e então foi amaldiçoado por Loki, que disse basicamente: “arruinarei sua vida até que aceite a verdade e busque o perdão de seu pai”, deixando seu rosto com a aparência do de “Thom Cruz” (inspirado no Tom Cruise da vida real, mas provavelmente usaram esse nome buscando evitar complicações).

Você pode imaginar que Wade Wilson ficou feliz com isso, mas não, ele já estava tão acostumado com seu rosto deformado, que saiu tentando desfigurá-lo novamente de todas as maneiras possíveis, mas todas em vão, já que seu fator de cura regenerava qualquer dano sofrido.

Por sorte, em “Deadpool Vol. 1 #45”, o anti-herói acaba pedindo desculpas a seu pai sem seu conhecimento após uma discussão sobre nozes em um bar, então seu rosto voltou a ser desfigurado como o normal e ele saiu feliz da vida pelas ruas.

(Essa é uma versão em que o pai de Wade Wilson abandonou sua mãe quando ela ainda estava grávida).

É doador de órgãos

Deadpool é um doador de orgãos
(resenha máxima/Reprodução)

Apesar de suas ações, na maioria das vezes, questionáveis, Wade Wilson também tem feitos heroicos; o homem por debaixo da máscara vermelha e preta é um grande doador de órgãos no Universo Marvel, pois sabe que seu fator de cura irá regenerá-los novamente.

Apesar disso não ter efeito nenhum em seu corpo, já que tudo voltará ao normal (se é que ele pode ser considerado normal), é uma experiência difícil para o anti-herói, pois suas lembranças de macas e bisturis não são nadas agradáveis.

Fã de Harry Potter

Deadpool é super fã de Harry Potter
(Rebloggy/Reprodução)

O Deadpool é fã de Harry Potter, a famosa série de livros escrita por J. K. Rowling. Em um dos quadrinhos do anti-herói é possível vê-lo vestido com uma traje da Lufa-Lufa (uma das quatro Casas da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts) em uma fila em frente a uma livraria ao lado de várias pessoas esperando para comprar o livro Harry Potter e o Enigma do Príncipe.

Quando ele finalmente compra e sai lendo o livro pela rua, um homem estraga toda sua experiência, pois passa de carro gritando um importante spoiler – fazendo referência a um vídeo da vida real.

Já matou por causa de Star Wars

Deadpool já matou por causa de Star Wars
(Facebook/Reprodução)

Em “Deadpool: Merc with a Mouth #5”, o Mercenário Tagarela estava realizando uma missão para a super-organização criminosa I.M.A. (Ideias Mecânicas Avançadas), a fim de impedir que a Hidra obtivesse uma cabeça de uma versão alternativa sua – Universo Zumbi da Marvel (Terra – 2149).

Em certo momento da missão, o anti-herói toca no assunto Star Wars para dar um exemplo, e quando um dos tripulantes da nave diz que gosta da trilogia prequela da franquia: Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma (1999), Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones (2002) e Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith (2005), o Deadpool dá um tiro na cabeça dele sem dó nem piedade.

Depois disso ele obriga o outro tripulante a dizer que Jar Jar Binks é uma abominação caso não queira morrer também.

Grupos de heróis

Deadpool vs X-Force
(Pinterest/Reprodução)

Apesar de não ser um verdadeiro herói, o Deadpool já participou de vários grupos de heróis, geralmente por um curto período de tempo – ou de forma honorária -; entre eles: X-Force, Defensores Secretos, Heróis de Aluguel, Vingadores Secretos, Thunderbolts, entre outros.

O Deadpool é o melhor amigo de Cable

Deadpool e Cable
(Comixology/Reprodução)

A relação entre Deadpool e Cable é uma das mais legais dos quadrinhos; os dois personagens inicialmente eram inimigos – tanto que em sua primeira aparição, Wade Wilson tentou matar Cable -, mas com o tempo, foram acertando suas diferenças e se tornaram grandes amigos, na verdade melhores amigos – embora ainda tenham se enfrentado em outras diversas ocasiões.

A personalidade dos dois é bem distinta, enquanto o Mercenário Tagarela é um maluco falastrão com múltiplas personalidades, Cable é um herói sério (às vezes até demais) e por isso a dupla funciona tão bem e é tão querida pelos fãs.

Os dois personagens chegaram até a ganhar seu título conjunto quando seus títulos solo foram cancelados: “Cable & Deadpool”, que recebeu lançamentos de 2004 até 2008, com um total de 50 capítulos, contendo muita ação, aventura e, é claro, humor.

Pansexual

Deadpool é pansexual
(CBR/Reprodução)

Por possuir múltiplas personalidades, o Deadpool muda seus desejos constantemente, e isso também reflete em sua sexualidade; o anti-herói já se envolveu com diversos tipos de seres: mulheres terrestres, extraterrestres, metamorfos, e até mesmo com a própria Morte; além de já ter demonstrado interesse por alguns homens.

Ele é descrito por um de seus criadores (Fabian Nicieza) como pansexual, não se importando com o gênero que a pessoa pertença, levando em conta apenas seu desejo.

Multilíngue

Deadpool fala espanhol
(Comic Vine/Reprodução)

E quem disse que o Deadpool é só zoeira? Ele também é conhecimento! O Mercenário Tagarela é fluente em cinco idiomas diferentes: inglês, espanhol, alemão, japonês e esperanto.

Adora irritar o Wolverine

Deadpool beijando o Wolverine
(Twitter/Reprodução)

Sempre – ou quase sempre – que o Mercenário Tagarela se encontra com o Wolverine, que ao contrário dele é sério, rude e se irrita facilmente, ele o tira do sério e tudo acaba em luta, causando muita destruição no local em que se encontram e mutilação em seus corpos – que irão se regenerar posteriormente.

Podemos dizer que irritar o Wolverine é um passatempo do anti-herói, e que Wade Wilson e James Howlett (ou Logan) foram feitos um para o outro, funcionando como opostos.

Os dois já lutaram dezenas de vezes, mas também já chegaram a se ajudar, embora Logan odeie o fato de ter que trabalhar com o Deadpool.

Poderes e habilidades do Deadpool

Os poderes do Deadpool
(Marvel/Reprodução)

Os poderes de Wade Wilson foram adquiridos quando ele fez parte do projeto Arma X e, além do fator de cura aprimorado, que é descrito como o segundo melhor da Marvel, atrás apenas do do Hulk, ele também possui:

  • Imunidade a doenças
  • Imunidade telepática
  • Força sobre-humana
  • Vigor sobre-humano
  • Reflexos sobre-humanos
  • Velocidade super-humana e outros…

Já nas suas habilidades, o Mercenário Tagarela se destaca por ser um grande artista marcial, sendo especialista em vários tipos de lutas de combate corpo-a-corpo; mestre no uso de armas brancas e de fogo; ele também é muito bom na arte de espionar, se infiltrar, fugir; entre outras.

O câncer é seu maior poder

O câncer é o maior poder do Deadpool
(Imgur/Reprodução)

Quando Wade Wilson aceitou participar do projeto Arma X, seu fator de cura acabou sofrendo uma mutação, ele não curou seu câncer, mas se tornou capaz de substituir as células cancerígenas de seu corpo quase tão rápido quanto elas são destruídas pela doença; ou seja, no final das contas, o câncer do Deadpool regula sua regeneração, e ambas vivem “brigando” entre si.

É o câncer de Wade Wilson que faz com que a regeneração seja tão poderosa, e caso algum dia sua doença seja curada sem que se retire seu fator de cura, ele começará a criar células em excesso, causando um constante aumento em seu corpo até que chegue ao ponto que exploda; como aconteceu com os Super-Skrulls que certa vez copiaram seus poderes.

Jogo do Deadpool

Jogo do Deadpool
(BGR/Reprodução)

Em 2013 foi lançado um jogo do Deadpool com o mesmo nome do anti-herói, desenvolvido pela High Moon Studios e publicado pela Activision. Seu gênero é ação e aventura e ele recebeu classificação M (MATURE) no Brasil, ou seja, apenas para maiores de 18 anos.

Inicialmente, o game estava disponível para Windows, PlayStation 3 e Xbox 360, mas em novembro de 2015 foi relançado para PlayStation 4 e Xbox One em uma versão remasterizada.

Devido a problemas de licenciamento, o jogo foi retirado das lojas de mídia digital em 2016, voltando no mesmo ano, mas no final acabou saindo de novo em novembro de 2017.

O jogo do Deadpool recebeu opiniões mistas tanto da crítica quanto dos jogadores, que em sua maioria o descreveram como mediano, porém engraçado, conseguindo arrancar boas risadas com os diálogos e humor nonsense do protagonista, mas devendo no enredo e na jogabilidade.

Filmes do Deadpool

Ryan Reynolds em Deadpool (2016)
(IMDb/Reprodução)

Nos cinemas, o Deadpool é interpretado desde 2009 pelo ator Ryan Reynolds, que já apareceu em três filmes como o anti-herói, dois dele como protagonista:

Filme Mês e Ano
X-Men Origens: Wolverine Abril de 2009
Deadpool Fevereiro de 2016
Deadpool 2 Maio de 2018

A primeira aparição do Mercenário Tagarela nas telonas foi um desastre e desagradou a maioria dos fãs do personagem, pois transformaram Wade Wilson, um cara falastrão, instável e engraçado em um ser bizarro com a boca costurada.

Felizmente, em 2016, foi lançada uma versão descente, com um Deadpool mais fiel aos quadrinhos. A Fox não tinha grandes expectativas para o filme, já que ele teve um orçamento baixo considerando o gênero (“apenas” US$58 milhões), mas no final ele foi um grande sucesso, arrecadando mais de US$780 milhões, mesmo sendo indicado apenas para maiores de 16 anos e sendo banido da China, o segundo maior mercado do mundo, atrás apenas dos EUA.

Já em Deadpool 2, o anti-herói retorna às telonas enfrentando Cable, que planeja matar o jovem mutante Russel.

E aí, o que achou das curiosidades sobre Deadpool?