Ban Nanatsu no Taizai

Ban, a Raposa da Ganância, é um dos grandes personagens de Nanatsu no Taizai (“Os Sete Pecados Capitais” no Brasil e The Seven Deadly Sins no Ocidente), obra que foi publicada pela primeira vez em outubro de 2012 e, desde então, conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo.

O herói possui diversas coisas interessantes em sua história, e já protagonizou grandes feitos na obra, sejam lutas emocionantes, momentos tristes, divertidos, e muito mais.

Confira abaixo alguns fatos curiosos e entenda um pouco mais sobre a história e trajetória do personagem em Nanatsu no Taizai.

13 fatos sobre Ban, a Raposa da Ganância de Nanatsu no Taizai

Primeira aparição

Nanatsu no Taizai capítulo 7
(Nanatsu no Taizai Wiki – Fandom/Reprodução)

Ban é um dos personagens mais populares de Nanatsu no Taizai – chegando a ficar em segundo em alguma pesquisas -, conquistando a admiração dos fãs por causa de sua coragem e jeito extrovertido.

Ele está presente desde os primórdios da história e, sua primeira aparição aconteceu no capítulo 7 do mangá, que foi lançado em novembro de 2012.

Já no anime, Ban estreou no episódio 4 da primeira temporada, que foi ao ar em outubro de 2014, e cobriu os capítulo 7, 8 e 9 do mangá.

Pecado da ganância

Raposa da Ganância
(Os Pecados/Reprodução)

Ban representa o pecado da Raposa da Ganância, e por isso é um personagem que às vezes age de forma egocêntrica e gananciosa; como quando tentou matar Meliodas.

Apesar disso, na maioria das ocasiões, ele se mostra um homem bondoso e de sentimentos nobres, disposto a ajudar aqueles que precisam.

Os outros 6 membros dos Sete Pecados Capitais são:

  1. Meliodas, o pecado da Ira do Dragão e líder do grupo
  2. Diane, o pecado da Serpente da Inveja
  3. King, o pecado do Urso da Preguiça
  4. Merlin, o pecado do Javali da Gula
  5. Gowther, o pecado da Cabra da Luxúria
  6. Escanor, o pecado do Orgulho do Leão

Segundo membro mais novo dos Sete Pecados Capitais

Ban tem 40 anos
(Amino Apps/Reprodução)

Apesar da aparência jovial, a maioria dos membros dos Sete Pecados Capitais já são bem velhos pelo fato de não serem humanos, e alguns possuem centenas ou até milhares de anos. Ban e Escanor são os únicos humanos do grupo, e por isso possuem idades normais.

Escanor é o mais novo dos pecados, com 40 anos; já Ban é o segundo mais novo, e cronologicamente, possui 43, embora sua aparência seja de um homem de vinte e poucos anos, medindo cerca de 2,10m e pesando cerca de 70kg.

Seu aniversário é comemorado no dia 14 de fevereiro.

Já venceu Meliodas 361 vezes

Ban X Meliodas
(Nanatsu no Taizai Wiki – Fandom/Reprodução)

Meliodas e Ban são grandes amigos e, sempre que possível, adoram medir suas forças em um bom combate. Justamente por isso, já lutaram entre si centenas de vezes.

Quando os dois companheiros se encontraram pela primeira vez no anime/mangá de Nanatsu no Taizai – depois se vários anos sem se verem -, Ban revelou que eles já haviam se enfrentando 720 vezes, e que ele havia se saído vitorioso em 361 desses combates, 2 a mais que Meliodas – que não concordou com a afirmação -, que venceu 359.

(Os dois se enfrentaram em outras ocasiões, porém não falaram sobre como anda a contagem).

Teve uma infância difícil

Ban e Zhivago
(Amino Apps/Reprodução)

O passado de Ban é daqueles que enchem os olhos de lágrimas e, pessoalmente, acho o mais triste e forte de todos os Sete Pecados Capitais.

Desde a infância, o personagem já tinha uma vida muito difícil, vivendo com pais abusivos que o espancavam, passava fome e tinha que roubar para sobreviver, chegando até mesmo a ser preso em Aberdeen por causa disso.

Sua vida melhorou quando ele estava na prisão e conheceu Zhivago, um Homem-Fera com a aparência de uma raposa gigante que podia usar a aparência de um humano para passar despercebido.

Os dois fugiram do local e desde então Zhivago serviu como uma figura paterna na vida de Ban, que finalmente pode sentir o que era ter uma família de verdade.

Ele o ensinou a roubar, o alimentou, e contou várias histórias ao garoto, mas isso durou pouco tempo. Certo dia, infelizmente, o Homem-Fera teve que escolher entre salvar seu verdadeiro filho, Selion, ou seu filho adotivo, que havia conhecido há pouco tempo; ele escolheu Selion, mas quando chegou já era tarde demais.

Depois disso, o menino passou a viver sozinho, aprimorando suas técnicas de roubo. Entre as histórias que Zhivago lhe contou estava a da Fonte de Juventude, que despertou a curiosidade de Ban e o fez ir atrás dela, pois acreditava que se bebesse a água e vivesse muito tempo, algum dia alguma coisa boa poderia acontecer em sua vida. Ao tentar roubar a fonte, ele conheceu Elaine, e encontrou outra pessoa importante.

Tinha uma irmã mais nova

Kilia, a irmã mais nova de Ban
(Amino Apps/Reprodução)

Quando era criança, o pecado da Raposa da Ganância tinha uma irmã mais nova chamada Kilia que, de acordo com ele, o seguia para todos os lugares. Ela parecia uma garota gentil e, apesar de seu passado não ter sido tão abordado, aparentemente ela morreu de fome.

Kilia é citada por seu irmão no capítulo 141 do mangá de Nanatsu no Taizai – sem aparecer -, e também teve uma pequena participação no episódio 11 da segunda temporada do anime; onde Ban teve um flashback de quando os dois eram crianças.

(Ela também aparece em um capítulo especial do mangá -, não me recordo qual).

É virtualmente imortal

Ban, o imortal
(Tumblr/Reprodução)

Por causa de ter ingerido a água da Fonte da Juventude quando um Demônio Vermelho atacou a Floresta do Rei das Fadas, o corpo de Ban se tornou imortal, regenerando praticamente qualquer dano sofrido em um curto período de tempo.

Porém, apesar de ser virtualmente imortal, isso não significa que o personagem não possa ser derrotado, e, embora seja difícil feri-lo de forma permanente, e mais difícil ainda matá-lo, isso não é impossível.

Meliodas conseguiu feri-lo de forma permanente usando as chamas negras – que são capazes de matá-lo -, causando a cicatriz que ele possui em seu rosto e pescoço; outra forma de matá-lo, é retirando a alma de seu corpo; e além destas, ainda existem outras.

Inspiração

Rei Bors e Rei Ban
(King Arthur Wiki – Fandom/Reprodução)

Nanatsu no Taizai, de modo geral, tem grande inspiração nas obras literárias do Ciclo Arturiano. Justamente por isso, a maioria dos personagens do anime/mangá tem alguma ligação com os da lenda do Rei Arthur.

O pecado da Raposa da Ganância é inspirado no personagem Ban, o Rei de Benoic no Ciclo Arturiano, e mais conhecido por ser o pai de Lancelote, que é considerado o principal e melhor Cavaleiro da Távola Redonda; além dele, também teve outro filho menos conhecido fora de seu casamento, Hector de Maris.

Ban e Elaine

Ban e Elaine
(Pinterest/Reprodução)

Em Nanatsu no Taizai, Ban é apaixonado por Elaine, a Guardiã Santa da Fonte da Juventude, que era a responsável por proteger a fonte da juventude na Floresta do Rei das Fadas.

O pecado da Raposa da Ganância se apaixonou pela Fada, porque ela compreendeu seus verdadeiros sentimentos, confiou nele e o levou a sério.

Esse relacionamento também é inspirado no Ciclo Arturiano, onde o Rei de Benoic era casado com Helena de Benoic (ou Elaine), a mãe de Lancelote e Rainha de Benoic.

Porém, diferentemente do anime/mangá, o relacionamento dos dois não era um conto de fadas, pois o Rei Ban traía sua esposa com frequência.

Courechouse

Ban e seu nunchaku Courechouse
(Twitter/Reprodução)

Todos os Sete Pecados Capitais possuem um Tesouro Sagrado, que são armas extremamente poderosas que fazem com que os personagens fiquem ainda mais fortes. O de Ban se chama Courechouse, uma espécie de nunchaku com quatro bastões conectados por correntes.

Pouco se sabe sobre as habilidades da Courechouse, já que a arma foi roubada quando o pecado da Raposa da Ganância se deixou ser capturado.

Poderes de Habilidades de Ban

Ban x demônio
(Wikia/Reprodução)

O principal poder de Ban é sua imortalidade, que lhe permite sofrer os mais severos golpes e ferimentos e se regenerar praticamente instantaneamente. Além disso, a Raposa da Ganância também possui outros poderes; entre eles:

  • Resistência sobre-humana
  • Força sobre-humana
  • Velocidade sobre-humana
  • Agilidade sobre-humana; entre outros

Já a principal habilidade do personagem é conhecida como arrebatar, e ela basicamente permite que ele roube objetos físicos ou a habilidade de outros seres – enfraquecendo-os enquanto ele fica mais forte -, porém existe um limite de força que ele pode roubar sem que seu corpo seja prejudicado.

Ban consegue ainda “roubar” partes do corpo dos outros antes que eles sequer percebam, como já fez com corações de demônios e com o braço de Meliodas.

A Raposa da Ganância também se mostra muito eficaz no combate corpo a corpo e no uso do nunchaku.

Colecionador de rótulos

Ban adora colecionar rótulos de cerveja
(Nanatsu No Taizai Wikia – Fandom/Reprodução)

Enquanto o passatempo preferido de Meliodas é colecionar diferentes tipos de cervejas, o de Ban é colecionar os rótulos das bebidas.

Ele tem um álbum com os mais variados rótulos, adquiridos em suas grandes aventuras pelo mundo.

Outras características

Ban Cozinhando
(Nanatsu No Taizai Wikia – Fandom/Reprodução)

Além do que já foi citado acima, Ban ainda possui diversas outras peculiaridades, entre elas, o fato de ser um ótimo cozinheiro.

Além disso, o personagem não se importa em comer nenhum tipo de comida, exceto se ela for preparada por Meliodas, que é péssimo na cozinha.

Outras características da Raposa da Ganância, são:

  • Tem como rotina diária beber até desmaiar;
  • É fraco para o álcool mesmo bebendo tanto;
  • Seus animais favoritos são porcos (por causa do Hawk) e raposas (por causa de Zhivago);
  • O ser que ele mais respeita é o porquinho Hawk;
  • Demonstra ser sonilóquio (quem fala quando dorme);
  • E basicamente não gosta nada de si mesmo; entre outras coisas.

E aí, quais fatos sobre o Ban você achou mais interessantes?​