Apesar da campanha massiva de divulgação, a estreia de Star Wars: Os Últimos Jedi foi decepcionante na China. O filme conseguiu apenas o segundo lugar na bilheteria, atrás da comédia local The Ex-File: The Return of the Exes, que se mantém na primeira posição pela segunda semana.

Dados do Box Office Mojo mostram uma bilheteria de US$7 milhões até o momento. As projeções indicam que até meia-noite o filme terá arrecadado cerca de US$8,28 milhões, bem abaixo de “The Ex-File”, que obteve US$15,7 milhões, e US$ 129 milhões nos primeiros 8 dias.

Diferente da América do Norte, Star Wars nunca foi a franquia ‘queridinha’ dos chineses. As duas primeiras trilogias não foram exibidas nos cinemas do país, embora tenham passado dezenas de vezes na televisão de lá.

“O Despertar da Força”, lançado mundialmente em 2015, arrecadou cerca de US$124 milhões em janeiro de 2016 (mês que estreou na China), um valor também foi considerado decepcionante.

Star Wars: Os Últimos Jedi

Esse é o segundo filme da terceira trilogia de Star Wars. É a sequência direta de Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens). Rey (Daisy Ridley) busca pelo mítico Luke Skywalker (Mark Hammil), para entender o balanço da força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Enquanto a Primeira Ordem de Kylo Ren (Adam Driver) se prepara para destruir de vez a Aliança Rebelde.

Star Wars: Os Últimos Jedi já está em cartaz nos cinemas brasileiros.