Scarlett Johansson Ghost in the Shell 2017

Segundo o Anime News Network, o live-action A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell (Ghost in the Shell) de 2017, baseado no mangá homônimo de Masamune Shirow, foi nomeado pelo Make-Up and Hair Stylists Guild durante a última sexta-feira (5) como um dos possíveis filmes a levar o Prêmio de Melhor Maquiagem Contemporânea. As maquiadoras Deborah La Mia Denaver e Jane O’Kane são creditadas pela nomeação.

Ghost in the Shell também esteve na primeira lista de filmes nomeados ao Oscar de melhores efeitos visuais, mas a academia reduziu a lista mais tarde, removendo-o dela.

O longa que teve um custo total de US$110 milhões, arrecadou na bilheteria doméstica (EUA) US$40 milhões e US$129 milhões fora dos Estados Unidos, sendo considerado um dos fracassos de bilheterias em 2017.

Ghost in the Shell

Mangá
(Biblioteca Brasileira de Mangás/Reprodução)

O ano é 2029, a tecnologia evoluiu ao ponto de que os seres humanos podem acessar as informações da rede com seus cyber-cérebros. Major Motoko Kusanagi é uma agente cibernética e líder do serviço secreto Esquadrão Shell, que é responsável por combater o crime na cidade. O corpo de Motoko foi tão modificado com o passar dos anos, que de humana só lhe resta o fantasma de si mesma.