Goku Instinto Superior Dragon Ball Super ep. 128

Dragon Ball Super marcou a introdução de novas técnicas, poderes, transformações e personagens com níveis antes inimagináveis. E, entre as grandes novidades, está o Instinto Superior (Migatte no Goku’i), que foi utilizado por Goku pela primeira vez no Torneio do Poder, sendo um novo nível, que vai além de tudo que já tínhamos visto antes na franquia.

Goku, mais que apenas um personagem de anime, é um símbolo da cultura japonesa, seja pelo seu carisma, ou pelo fato de nunca se dar por vencido, independentemente das adversidades que o cercam, representando o desejo de sempre evoluir.

E com o final próximo de Dragon Ball Super, mais uma vez ele precisa superar seus limites para salvar a todos, e nada mais justo do que fazer isso com o adversário mais forte, adquirindo novos poderes, e finalmente dominando completamente o Instinto Superior.

O Instinto Superior é cercado de mistérios e fatos interessantes, descubra-os logo abaixo.

Tudo sobre o Instinto Superior de Dragon Ball Super

A introdução do Instinto Superior na franquia

Whis Dragon Ball Super ep. 18 - Introdução ao Instinto Superior
(Reprodução)

A técnica foi citada pela primeira vez pelo anjo do Universo 7, Whis – um dos melhores personagens de Dragon Ball Super -, durante a saga Golden Freeza (Freeza Dourado). Enquanto treinava seus pupilos Goku e Vegeta, Whis mencionou a existência do Instinto Superior, dizendo que os guerreiros saiyajins eram muito lentos (principalmente Vegeta), pois pensavam demais antes de atacar, o que limitava muito a velocidade e a potência de seus movimentos.

Porém, é bem provável que a verdadeira introdução do Instinto Superior tenha acontecido no longa Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses, onde, Whis, ainda como um personagem misterioso – que parecia ser apenas um subordinado de Bills, o deus da destruição do Universo 7 -, demonstrou seu verdadeiro poder no final do longa ao ‘nocautear’ Bills com apenas um ‘tapinha’. Além disso, Bills também dá alguns indícios de que utilizou a técnica no filme ao lutar contra Goku e os outros Guerreiros Z, porém ela não foi mencionada.

Afinal, o que é o Instinto Superior?

O Instinto Superior é uma técnica que pertence aos anjos, e que é ensinada por eles aos deuses da destruição. Ela permite ao usuário reagir automaticamente a qualquer movimento de seu inimigo/adversário, pois cada parte de seu corpo age de forma independente, sem que necessite que seu cérebro envie informações sobre as ações que vem a seguir. Basicamente, ela extrai 100% do poder do corpo e da mente de seu usuário, potencializando tanto sua velocidade e defesa, quanto sua precisão e força dos ataques.

A técnica é tão difícil, que nem mesmo os deuses da destruição com seus milhares de anos a dominam completamente, e o que demonstrou maior controle sobre ela foi Bills, que enfrentou todos os outros deuses da destruição ao mesmo tempo no mangá de Dragon Ball Super no Torneio de Exibição para os Zeno – que foi bem diferente do anime. Ele conseguiu desviar facilmente dos golpes de seus adversários, que atacavam de forma previsível.

Goku e o Instinto Superior Incompleto

Goku Instinto Superior Dragon Ball Super ep. 110
(Reprodução)

Embora isso não tenha sido tão explorado no anime, Whis treinou Goku e Vegeta para que eles algum dia dominassem o Instinto Superior, o que era pouco provável, já que nem mesmo as divindades (deuses da destruição) conseguiram tal feito com seus milhares e milhares de anos.

Mas, como todos que acompanham a série sabem, os saiyajins possuem um potencial evolutivo acima de qualquer outra raça, o que faz com que coisas que sejam quase impossíveis para os outros seres, se torne apenas ‘meras barreiras’ para eles, e isso é ainda mais claro quando se trata de Goku, um grande gênio das lutas.

Na saga Sobrevivência do Universo, que marca o acontecimento do Torneio do Poder, Goku se deparou com um adversário nunca visto antes, Jiren – do Universo 11 -, e tudo que ele utilizou na batalha entre os dois, não serviu de nada – nem mesmo seu Kaioken x20 foi o suficiente.

Ao se ver pressionado e aparentemente destruído pela sua própria técnica, Genkidama, eis que o guerreiro saiyajin emerge utilizando o Instinto Superior, após seu corpo chegar ao limite e romper a “concha” que o segurava, marcando um dos momentos mais épicos de Dragon Ball Super.

Diferentemente dos outros personagens que já utilizaram a técnica na série, Goku sofreu mudanças em seu design com o Instinto Superior – que, no caso dele, serviu mais como uma nova transformação do que apenas como uma técnica em si. Ao despertar esse novo poder, ele ficou com um semblante sério, pupilas prateadas e um Ki azul (com uma mistura de outras cores) que emana um imenso calor.

Nem o próprio Goku entendeu o que aconteceu com seu corpo, mas mesmo sem saber o que havia de diferente, ele foi capaz de rivalizar com Jiren – que estava se segurando – por alguns segundos, conseguindo prever e desviar dos ataques de seu adversário.

Embora o guerreiro saiyajin tenha ficado extremamente poderoso ao despertar o Instinto Superior, foi dito por Whis que aquele ainda era apenas um estágio incompleto (apenas inicial) da técnica/transformação; Goku conseguia desviar de maneira inconsciente, utilizando a parte defensiva (esquiva), já que a ofensiva é mais difícil, pelo fato de que os guerreiros tendem a pensar mais quando estão atacando do que quando estão defendendo, o que fez com que seus ataques ainda fossem fracos.

Além da batalha contra Jiren, Goku ainda utilizou o Instinto Superior contra Kefla (fusão das guerreiras do Universo 6 Caulifla e Kale), onde começou a entender melhor o seu funcionamento.

Goku e o Instinto Superior dominado

Goku Instinto Superior completo Torneio do Poder Dragon Ball Super episódio 129
(Reprodução)

Goku liberou o Instinto Superior (incompleto) novamente no episódio 128 após a queda de Vegeta, o que fez com que mais uma vez toda responsabilidade caísse em suas costas. Apesar de extremamente poderoso, o Instinto Superior incompleto ainda não é o suficiente para derrotar Jiren, então, Goku mais uma vez irá superar seus limites, fazendo o que nem os deuses foram capazes, dominando esse novo poder.

Com o Instinto Superior 100% dominado, não apenas seus olhos, mas também seu cabelo terá uma coloração prateada, e agora, em vez de apenas se defender, ele também será capaz de atacar inconscientemente, conseguindo utilizar todo seu poder, fazendo com que seus golpes fiquem muito mais fortes. Goku poderá se esquivar e contra-atacar com seu poder máximo, além de conseguir utilizar uma velocidade extrema.

Com o Instinto Superior dominado, Goku assume sua versão mais forte da franquia, superando até mesmo os deuses da destruição.

Possível inspiração para o Instinto Superior

O criador de Dragon Ball, Akira Toriyama, sempre utilizou referências ao mundo real e a cultura oriental em sua obra e, com o Instinto Superior, não é diferente.

Ele é inspirado no “Mushin”, um estado mental no qual os artistas marciais treinados ‘esvaziam’ sua mente para entrarem em um combate, deixando de lado os pensamentos de raiva, medo ou ego; assim como podemos ver em Goku, que fica extremamente sério e focado, bem diferente de sua forma normal, que é mais descontraída e relaxada.