Broly é um personagem marcante para os fãs de Dragon Ball, e sua volta sempre foi desejada por grande parte do público que acompanha a franquia, que sonhava que ele finalmente ganhasse uma história decente. O anúncio do filme Dragon Ball Super: Broly serviu para isso, surpreendendo a fanbase que finalmente poderia ver um longa sobre o lendário Super Saiyajin escrito por Akira Toriyama.

Com sua história reescrita, ainda mais poderoso e, ao que tudo indica, canônico, Broly “roubou” o lugar de Goku e foi o grande protagonista do novo longa. A essência do personagem em muitos pontos continua a mesma, porém algumas coisas foram mudadas – para melhor – a fim de deixar a história mais coerente; confira!

[Atenção: contém muitos spoilers a seguir. Então, um conselho amigo, caso não tenha visto o filme, volte depois de assistir.]

Algumas diferenças entre o Broly antigo e o atual

Superando as dúvidas, Broly retornou em grande estilo e, apesar de ter sua história repaginada, sua essência foi mantida e melhorada, fazendo com seu filme seja um dos, senão o melhor, de toda franquia Dragon Ball.

Origem

Kid Broly
(Tumblr/Reprodução)

A origem de Broly em Dragon Ball Super e em O Lendário Super Saiyajin são semelhantes, com o personagem possuindo um poder de luta absurdo desde bebê e causando medo e inveja no Rei Vegeta, que temia suas ações no futuro.

Porém, diferentemente da história do longa de 1993, em Dragon Ball Super o Rei Vegeta não ordenou que Broly e seu pai, Paragus, fossem assassinados. Em vez disso, o bebê foi enviado em uma cápsula a um planeta inóspito e habitado apenas por criaturas.

Na primeira aparição do personagem, ele e Paragus foram salvos graças a seu poder oculto. Já em Dragon Ball Super, ele teve sua origem reescrita de forma mais plausível, pois, apesar de ser o Saiyajin com o maior potencial, ele ainda era apenas um bebê, e não sobreviveria aos ataques de um adulto.

(Além de tornar a origem do personagem bem mais coerente, foi interessante mostrar, de certa forma, um outro lado do Rei Vegeta, que mesmo sabendo o que o futuro podia oferecer, ainda deixou que Broly “sobrevivesse” – mesmo que sendo à própria sorte – e que seu pai o seguisse.)

Personalidade

Personalidade do Broly
(IMDb/Reprodução)

Em O Lendário Super Saiyajin, Broly “escondia” sua verdadeira personalidade por causa do dispositivo que seu pai usava para controlá-lo. Em sua forma base com seu poder contido, ele aparentava ser um rapaz tímido e calmo, porém, escondia um verdadeiro “demônio” dentro de si, sendo extremamente mau e sádico quando se transformava – lembrando um pouco a crueldade de Vegeta em sua época de vilão.

Já em Dragon Ball Super, Broly é diferente, não esconde uma personalidade cruel, na verdade ele é um guerreiro que luta simplesmente por obrigação. De certa forma, ele lembra um pouco o Gohan, que também possui um potencial absurdo, mas que não gosta de combates.

Motivação

Paragus Dragon Ball Super Broly
(IMDb/Reprodução)

Em 1993 Dragon Ball nos apresentou um personagem marcante, com um design que encantou praticamente todos os fãs da franquia, porém, sua história era rasa e sua motivação foi muito mal desenvolvida – para não dizer patética.

Assim como em Dragon Ball Super, em sua primeira aparição, Broly também era um instrumento de vingança nas mãos de seu pai, porém, o que o deixava irado de verdade era o “trauma” de infância por ter que aturar Goku chorando sem parar quando os dois ainda eram bebês.

Já no filme novo, Broly nem sabia da existência de Goku. Sua motivação é realizar a vingança de Paragus, pois ainda que não goste de lutar, ele demonstra respeito por seu pai.

Super Saiyajin

Broly Super Saiyajin filme de 1993
(IMDb/Reprodução)

No filme de 1993, Broly e Paragus já tinham conhecimento sobre a transformação de Super Saiyajin, e o poder do guerreiro lendário superava o de todos os Guerreiros Z lutando juntos, e seu potencial já era conhecido, porém era contido.

Já em Dragon Ball Super, Paragus e Broly desconheciam o verdadeiro potencial de sua raça, e o personagem foi evoluindo aos poucos, apanhando bastante no começo e se tornando mais forte por causa de sua raiva incontrolável.

Explosão de fúria (e humanidade)

Broly x Freeza
(IMDb/Reprodução)

Em 1993 a transformação em lendário Super Saiyajin se deu devido ao ódio de Broly por Goku, que não o deixava descansar por causa de seu choro; algo totalmente mal feito e sem sentido.

Já em Dragon Ball Super, o roteiro resgatou algo marcante da franquia, que são as explosões de fúria que fazem os seres da raça guerreira evoluírem por causa de suas emoções.

No filme, Broly liberou seu verdadeiro potencial ao presenciar a morte de Paragus, ficando descontrolado e finalmente chegando à sua transformação lendária. Além de resgatar algo que a maioria dos fãs de Dragon Ball sentia falta, ainda mostrou um lado mais humano do personagem, que demonstrou se importar com seu pai – algo bem diferente do Broly do primeiro filme, que matou Paragus de maneira cruel.

Mais racional (e também menos racional)

Broly poder máximo
(IMDb/Reprodução)

O Broly do filme de Dragon Ball Super é mais racional quando está em sua forma base e, ainda que não seja do tipo que fala muito, seu vocabulário não se resume praticamente à palavra “Kakaroto”.

Porém, a situação muda após ele se transformar em Super Saiyajin. Enquanto o Broly do primeiro filme revela sua verdadeira personalidade, começa a falar mais e mostra seu sadismo – apesar de continuar falando Kakaroto sem parar -, o Broly do novo longa fica descontrolado e não fala nada, se adequando bem à sua nova história, já que ele não é mau, mas não tem controle de seu enorme poder.

Uma versão bem melhor

Broly Dragon Ball Super: Broly
(IMDb/Reprodução)

O Broly antigo encantou os fãs de Dragon Ball basicamente por seu grande design e por ser um Saiyajin extremamente badass, pois suas motivações eram mal desenvolvidas e ele só pensava em destruição, algo comum em praticamente qualquer vilão.

Já o novo personagem pode oferecer grandes novidades à franquia, controlando sua transformação e, quem sabe, futuramente, se tornando um novo aliado, ou então um grande inimigo que pode proporcionar grandes lutas com Goku e Vegeta – e também com outros personagens do Universo 7, e seres de outros universos, como Jiren.

E aí, gostou das mudanças que ocorreram no personagem? Quais outras você conseguiu notar?